5 de set de 2011

De comer e "chorar" por mais...

Pois é. Há quem não goste e quem se aflija só pelo cheiro. Mas cá para mim, apreciador, o Queijo de Nisa, o nosso queijo, não tem rival. É certo que há por aí muitas marcas, rótulos e imitações. A zona demarcada, "demarcou-se" ao sabor de interesses e influências políticas. Nisa perdeu - e de que maneira - a referência de um produto que era (é) seu, por origem e razão.
Pelo concelho ainda se fazem alguns com a qualidade tradicional. Poucos, para tanta procura. A foto é de um dos poucos queijos (e marca) de qualidade mais que garantida: os do senhor António Carmona Ribeiro.
O postal é (também) uma evocação da sua memória e da dedicação à "causa nisense" na produção de um dos mais afamados produtos que Nisa já teve e que, inconscientemente, por inércia, irresponsabilidade ou desconhecimento, vamos perdendo...