31 de mai de 2012

O Monumento ao Emigrante (Abril de 2008)

A ideia e a foto não passam disso mesmo: constituem uma montagem e alerta (mais um) sobre uma dívida que a autarquia nisense, continua, inexplicavelmente, sem querer saldar ou resolver.
A "montagem" foi uma brincadeira, com que quisemos assinalar o dia 1 de Abril.
Mas lá que gostaríamos que a mesma se transformasse em verdade, disso não restam dúvidas.

NISA: A Primavera das Flores



A Primavera vai e volta sempre / A mocidade já não volta mais...

22 de mai de 2012

MEMÓRIA(S) DE NISA: Rostos



1 - "Mestra" da Santa Casa da Misericórdia - Anos 80
2 - Casamento em Nisa - Anos 60
3 - Crianças no Adro da Igreja do Espírito Santo (Rua do Outeiro) - Anos 20

21 de mai de 2012

MEMÓRIA(S) DE NISA: A loja do senhor Justino

Nisa é conhecida pelo seu artesanato singular e diverso. Pelos queijos (que já não se fabricam) que lhe deram fama e nome. O proveito, esse, tem sido canalizado para outras bandas e interesses...
Hoje, recordamos, aqui, uma gesta de homens e mulheres que, praticamente, a partir do nada, instalaram e desenvolveram negócios - pequenos negócios, que o tempo não dava para grandes florestias - no ramo comercial ou industrial. Com eles valorizaram a vila e o concelho, preencheram lacunas importantes na oferta de bens e serviços.
A loja do Senhor Justino, no Largo do Boqueirão, era uma dessas lojas das quais se podia dizer que "havia de tudo". Se não houvesse, o senhor Justino mandava vir. Com isso, satisfazia a clientela e mantinha a sua loja como uma das mais dinâmicas de Nisa.
Recordamo-lo, aqui, e tributamos-lhe o preito da evocação e homenagem singela.

15 de mai de 2012