26 de fev de 2011

NISA TEM UM CINEMA.... FECHADO! - Parte 2



Nisa tem uma sala de cinema, o Cine Teatro de Nisa, pertença e (mal) gerida pela Câmara Municipal. Desde meados de Dezembro que não é exibido ali qualquer filme ou, melhor dizendo, as representações passaram para o auditório da Biblioteca Municipal, em pelo menos dois dias do mês. São "filmes" onde há comédia, drama, aventura, cenas pungentes que (não) deviam ser do dia a dia.
Entretanto o Cinema- Dez anos a viver Cultura!, lembram-se? - vai definhando a olhos vistos e não cumpre uma das suas principais funções para que foi criado, primeiro em 1931 (já lá vão quase 80 anos) por um grupo de bairristas nisenses que quiseram dar um decisivo contributo para a causa da cultura na nossa terra.
Depois, quando a própria Câmara Municipal ( as vereações posteriores a 2001 não têm nada a ver com isto), após um período de inactividade do Cine Teatro tomou a iniciativa, num processo delicado e moroso, tomar nas suas mãos e recuperar a velhinha sala de cinema de Nisa, transformando-a numa das melhores do Alentejo e do país.
Agora, é o que se (não) vê! A Câmara, encalavrada que nem dinheiro tem para garantir as condições mínimas (água quente, por exemplo) aos estudantesdo concelho, virou as costas ao cine teatro e não dá um pio sobre as intenções para aquele espaço cultural.
Aguardemos as cenas do próximo filme!

23 de fev de 2011

NISA: A Fonte do Rossio





Inaugurada em 1932 pelo Presidente da República, Marechal António Óscar de Fragoso Carmona, sendo a Comissão Administrativa da Câmara Municipal presidida pelo tenente António Falcão.
Implantada no largo mais central de Nisa, a fonte foi trasladada em 2005 para um recanto do jardim público, numa opção polémica da gestão camarária, contestada, sem resultado, pela população.
A última foto é de uma pintura a óleo de António Maria Charrinho.

14 de fev de 2011

NISA: O Património "desaparecido"




Legendas das Fotos
1- Cruz do Negro, no antigo caminho para a Velada (roubada)
2 - Antiga ermida de S. Lourenço. São visíveis na fachada, a falta da cruz e das ombreiras da porta, ambas em granito (roubadas).
3 - Imagem do Menino Jesus de Praga, em granito, no exterior da ermida de Santo António (roubada).
4 - Oliveira do Encontro. Ponto simbólico e de referência, tal como o Penico do Pastor (roubado) no caminho para a Senhora da Graça. A Oliveira do Encontro desapareceu graças à orientação (ou falta dela) da Câmara Municipal que permitiu o seu arranque para a implantação de canalizações.

13 de fev de 2011

NISA: Recordações a preto e branco





Legendas das fotos
1 - Estes homens nascidos em 1921 (com excepção do acordeonista) completariam em 2011, 90 anos de vida. A foto é do convívio de "Artilheiros" realizado em 1971, comemorativo dos 50 anos.
2 - Encontro de elementos da comunidade religiosa, realizado na Horta do Parreirão, local onde foi implantada a Urbanização das Amoreiras.
3 - Uma antiga oficina de sapateiro, com "caras" bem conhecidas e expressões que se projectaram nos seus descendentes.
4 - Uma das formações do Rancho Infantil das Cantarinhas de Nisa com a sua ensaiadora, Maria Dinis Pereira, na casa desta na rua Direita.
5 - Uma tradicional matança do porco, em Nisa. Gente conhecida e popular que marcaram a sua época e que recordamos com saudade.